Notas sobre atualização contínua ('Rolling Notes')

Esta página é um resumo das 'Release Notes' (Notas de Lançamento) e será atualizada somente após o lançamento de novas versões do aptosid. Leia as Release Notes completas em aptosid.com ou a ISO Live ou instale aptosid-releasenotes.

Release notes for aptosid 2013-01 Ἑσπερίδες - Hesperides

New features in aptosid 2013-01 Ἑσπερίδες - Hesperides, are in particular kernel 3.9 and numerous integration and stabilisation fixes. Special focus has been cast upon improving system compatibility with various UEFI systems and the Ivy-Bridge architecture; basic Haswell support should now be complete. Kernel 3.9 doesn't only improve and stabilise hardware support for newer devices, it also improves powersaving approaches for libata targets, modern sound drivers and multi-head environments with AMD/ ATi radeon graphics cards

Intel Ivy-Bridge graphics profits from improved DisplayPort support, while nouveau has gained initial fan-control for NV40 and NV50 chipsets (GeForce 6xxx/ 7xxx/ 8xxx/ 9xxx/ 1xx/ 2xx/ 3xx). The radeon driver for AMD/ ATi graphics cards has gained support for the Oland (Radeon 8500/ 8600 series) chipset generation and Richland APUs.

On the file system side CIFS now support the SMB 2.0 and SMB 2.1 protocol, while the mdadm layer can now pass through TRIM support. A new development is the dm-cache target, which allows using SSD storage to speed up hard disk access.

Atheros AR5523 support has now been merged officially, while Broadcom has added initial support for BCM43224 to brcmsmac. A new driver has become available for the Realtek RTL8723AE wlan chipset and r92su replaces the staging rtl8712u driver for the Realtek RTL8188SU/ RTL8192SU chipsets. With iwlmvm, Intel provides the first IEEE 802.11ac driver for their IWL7xxx wlan chipsets, as Atheros and Wilocity contribute a 60 GHz (WiGig WBE) drivers for the QCA WIL6210 generation.

GPT and UEFI reliability have been improved, which allows hard disks exceeding 2 TiB and their use for booting on new systems using UEFI instead of the traditional PC-BIOS. Particular emphasis has been cast upon improving UEFI support on various hardware platforms and to avoid bugs in the varying firmware implementations, both upstream and in aptosid.

As usual, a large number of individual functionality enhancements and bug fixes have been applied to the full package line up and aptosid's own packages, in order to improve the general distribution infrastructure.

Although this release happens in close temporal proximity to the Debian 7.0 "wheezy" release, it is still based on Debian sid as of this day and is not meant or suited as an alternative way to install "wheezy". Many security sensitive packages in aptosid (Debian sid) already sport a higher version number than their corresponding version in "wheezy" or are even uninstallable in a "wheezy" context.

aptosid after the 'freeze'

Now that Debian 7 Wheezy has been released, the version freeze that reached up to sid will be lifted again within the next few days. Given that there are a number of high impact changes (KDE 4.10.2/ kdepim2, xserver-xorg-core 1.14.0, udisks2, grub2 2.00, etc.) staging in experimental and are just waiting for the freeze to be lifted, the following 2-3 weeks might be slightly more vibrant and potentially less coordinated than usual in regards to package updates from Debian, therefore we recommend a little caution during dist-upgrades. This might involve checking for eventual upgrade warnings on aptosid.com or to wait a few hours if KDE 4.10 or X.org are among the upgrading packages for experiences from advanced users. Please be aware that it might not always be possible to react in time, now that Debian employs four mirror pushes a day.

We'd like to thank our sponsor Webtropia (part of myLoc managed IT AG), who provides hosting for our development– and web infrastructure. The servers from myLoc managed IT AG provide a proper technical solution for our needs, running our own server variant of aptosid.

Our special thanks go to the aptosid art- and manual teams and especially webtropia.com and all mirror hosters for their efforts regarding aptosid.

Tópicos interessantes - o que está na lista:

FAQ

Installação

É recomendenvável escolher o teclado, variáveis de localização e zona horária antes de arrancar o sistema "live" utilizando as opções do menu de arranque [F2], [F3].
Deste modo as escolhas feitas propagam-se por todo o sistema e não são necessárias adaptações posteriores. No caso de instalar uma versão KDE-full são também instalados deste modos a maior parte das localizações presentes em debian.

The 64 bit 'amd64' editions should be preferred on modern hardware supporting it.

device mapper/ LVM2/ mdadm/ cryptsetup

A long-standing issue with Debian's initramfs integration for various device mapper based targets, like lvm2, mdadm or cryptsetup, might be triggered more likely due to minor timing changes in recent kernels. "rootdelay=1" as kernel parameter can be used as a temporary workaround for affected systems not finding the rootfs on top of a device mapper backed block device; in rare cases it might be needed to increase the rootdelay further. This setting can be added on the fly from the grub2 boot menu or be made permanent by adding it GRUB_CMDLINE_LINUX in /etc/default/grub and running update-grub afterwards.

efi_no_storage_paranoia

Starting with kernel 3.8.5, the kernel refuses to write efivars if their free space drops below 50% in order to avoid damage to broken Samsung systems. As this also affects updating existing efivars (like grub-efi boot entries, BootOrder or BootCurrent/ BootNext) on existing systems, it is suggested to remove bogus data (older kernels dumped kernel logs in pstore needlessly) from pstore.

mount -t pstore -o kmsg_bytes=8000 pstore /sys/fs/pstore/
# rm /sys/fs/pstore/*

Due to the nature of various UEFI garbage collector implementations on existing hardware, it might be required to go through a full (non-kexec) reboot, before pstore contents become visible — and another full reboot before the garbage collector actually frees up the space for efivars. Starting with aptosid 2013-01 "Ἑσπερίδες - Hesperides ", pstore is cleared unconditionally during each boot of the live media!

On some hardware, efivars is always more than 50% full starting from the factory settings, for these cases it might be required to supply "efi_no_storage_paranoia" as kernel parameter to live- and installed (GRUB_CMDLINE_LINUX in /etc/default/grub) system; using this kernel parameter might be dangerous on broken UEFI implementations, please use with care.

isohybrid

Como o isolinux actual suport gfxboot, é possível utilizar isohybrid,o que permite escrever um ISO diretamente num meio USB ou sd/ sdhc/ mmc pen tornando estes possíveis de arranque direto..
isohybrid acrescenta um MBR ao ISO e define uma tabela de partições com uma entrada ativa, a partção contendo o ISO.
Isto permite escrever os Isos diretavement em tais dispositivos acrescentando uma variante á bem conhecida possibilidada "install-aptosid-to-usb" (install-usb-gui).
Esta possibilidade é particularmente útil se ums instalação do aptosid não é acessível e se um meio de instalação precisa de ser criado quando se utiliza uma outra distribuição do linux ou outro sistema operativo.
Tenha em conta que este metodo vai apagar tudo o que existe no dispositivo e restringe o espaço acessivel ao tamanho do iso; install-usb-gui não sofre destas limitações e é portanto a opção recomendada para instalar o aptosid no caso de um szstema com aptosid ser acessível.
Contudo outras partições podem ser adicionadas permitindo o acesso a todo o dispositivo.

$cat /path/to/aptosid-*.iso > /dev/USB_raw_device_node

Mais informações em como instalar aptosid encontram-se no manual do aptosid em Opções de instalação.

Ajustes dos dominios reguladores Wireless

O quadro do domínio regulador para placas wlan necessita de crda para permitir o acesso a canais sem fios acima co canal 11 (2.4 GHz ou os 5 GHz equivalentes), Sem a utilização de crda únicamente o "world domain" (canais 1-11) sao acessíveis. .

apt-get update 
apt-get install crda

Arranque do aptosid através da rede

O arranque através da rede utilizando PXE (Preboot Execution Environment) e NBD (Network Block Device) é agora possivel, os ajustes necessários podem ser efetuados no menu de arranque [F4]. Instruções em como efetuar a configuração de um servidor de arranque PXE+NBD podem ser encontradas em aptosid netboot introduction e no manual; Inicializando o aptosid através de uma rede.

Arranque utilizando UEFI

O suporte preliminar de arranque com UEFI existe agora para as versões amd64 do aptosid. Apesar da GUI de instalação ainda não ter sido finalisada, o carregador de arranque será um program EFI instalado em /efi/aptosid no "sistema de partições EFI" e montada em /boot/efi/ no sistema instalado, desde que as seguintes condições sejam observadas:

Actualmente aptosid sómente possibilita arranque UEFI para as versões de 64 bits (amd64), 32 bit UEFI (por exemplo usado em velhos sistema da Applse) não são currentemente suportados.

Please also refer to "efi_no_storage_paranoia" above.

Arranque UEFI com dispositivos removíveis

Se pretende criar um dispositivo USB que arranque por meio de UEFI, pode extrair o conteúdo do Iso do aptosid ISO para uma partição vfat marcada "bootable". Opcionalmente esta media removível pode ser tornada compatível com o arranque por meio da BIOS instalando um carregador de arranque tradicional adicionalmente ao carregador de arranque EFI (supondo que /dev/sdz1 é a nossa partição no dispositivo USB).

syslinux -i -d /boot/isolinux /dev/sdz1
install-mbr /dev/sdz

Microsoft UEFI Secure Boot

There are currently no plans to support Microsoft UEFI Secure Boot. In order to allow dual-booting with other operating systems, this option needs to be disabled in the system firmware. Toggling this firmware setting does not break the installed operating system.

Localização

Uma caraterística muito especial da versão kde-full releases é a possibilidade da completa localização da instalação que pode ser ativada escolhendo no arranque uma outra língua para além do alemão ou inglês no menu do grub (F4). Por este meio os ficheiros da localização da lingua que foi escolhida vão ser instalados e ativos no sistema depois da instalação.Nenhum ficheiro das outras línguas opcional será instalado. A memória adicional necessária durante a instalação depende da língua escolhida e aptosid pode-se recusar alguns dos pacotes de localização se não tiver RAM suficiente acabando por continuar a instalação em lingua inglesa mas mantendo todas as outras escolhas feitas locales-settings (moeda, formato data/ hora , escolha de teclado). 1 GB de RAM mostrou-se até agora suficiente para as linguas que actualmente são suportadas:

A lingua de selecção dependende da existência do manual no correspondente idioma. Tradutores para todos os idiomas são sempre bemvindos. O nível de compleção das traduções nos idiomas seguintes não atinge atualmente o necessário para ser incluido:

Necessita-se de ajuda urgente para atualizar estas linguas..

Dicas para Upgraders:

aptosid empenha-se em proporcionar uma atualização fácil dos pacotes do debian e do aptosid', contudo algumas vezes é necessário a intervenção manual do utilizador.

Pacotes obsoletos

Como parte do desenvolvimento continuo do aptosid alguns pacotes foram substituidos por outros ou tornaram-se desnecessários.

Pacotes de transição e obsoletos podem ser muitas vezes identificados utilizando "deborphan". É uma ferramenta útil na ajuda para a limpeza do sistema deve ser utilizada com os devidos cuidados.

$ deborphan

O comando seguinte identifica pacotes que não existem em nenhum repositório - os devidos cuidados são recomendados nóvamente se os remover.

$ apt list 2>/dev/null | awk -F '/' '/installed,local/{print $1}'

Como colaborar

Colaborar no aptosid é fácil, no Forum ou até no IRC (irc.oftc.net, port 6667, channel #aptosid) e ponha as suas propostas á discussão geral.

Ficaremos encantados em discutir quaisquer patches ou contributos livres dfsg, em especial os referentes ao (GNOME, LXDE), tarefas gerais de limpeza ou tradução/localização.

Roadmap:

Por favor veja este roadmap como uma estimativa muito grossa dos nossos planos que é afetada pelo estado do debian sid e suas principais componentes como X.org, KDE, o kernel e o nosso próprio desenvolvimentos e como tal é sujeito a mudanças.

Content last revised 13/05/2013 1520 UTC